Image default
Lavoura Novidades Uncategorized

As plantas têm a capacidade de aprender

Em um estudo realizado por David, Stacey, e Mônica Gagliano, ambos pesquisadores da Austrália, tem mostrado que as plantas são capazes de aprender. Ambos são cientistas que trabalham na Universidade da Austrália Ocidental, na área de biologia do centro de pesquisa.

No presente estudo, uma planta de ervilha foi colocado em um labirinto em forma de Y, A planta é realizada à base de Y, e, por meio de um dos dois primeiros slots, foram submetidos ao estímulo de luz, ou o vento. Claro, o plano era crescer, empurrando para cima em direção à luz. Assim, os dois estímulos foram apresentados juntos no mesmo buraco. E depois disso, só o vento fez com ele. A planta foi associado com o vento e a luz, eles caminharam lado a lado, e uma vez mais, inclinando-se para o fosso.

No entanto, eles decidiram dar-lhe um outro giro. O vento e a luz que foi mostrado no plano, ao mesmo tempo, por orifícios separados. Então, eles levaram o mundo para, finalmente, expor ao estímulo do vento. Surpreendentemente, as plantas tendem a crescer na direção do orifício, através do qual não havia nenhum vento. Isto significa que a planta que foi associado, o que, neste caso, onde não havia luz, não havia vento, e vice-versa.

Portanto, pode-se concluir que, ao contrário do que muitas pessoas pensam, invertebrados e plantas têm a capacidade de aprender, e fazer isso de uma maneira que é semelhante à forma com que os humanos. O mais provável, o indivíduo associado com o estímulo neutro do choque, e sua reação é o mesmo como o que está sendo aplicado para a referida quitação, e disse.

Related posts

APASSUL, busca construir laços mais estreitos com o setor arrozeiro, rio de janeiro

gabrielsouza

O SP iria importar 4 por cento menos do milho de outros Estados

gabrielsouza

O plantio de orgânicos e convencionais | Europa

gabrielsouza
error: Content is protected !!