Image default
Finanças Novidades Pecuária Uncategorized

A alta do preço do leite para o produtor, para o quinto mês consecutivo

O preço do leite ao produtor, eles gravaram o quinto mês consecutivo de maior. No meio dos 18 países pesquisados pela Scot Consultoria, houve um aumento de 1,5% sobre os pagamentos feitos em maio. O ritmo diminuiu na frente da alta registrada no início do ano, mas o mercado ainda está sentindo os efeitos da queda na produção de matéria-prima (leite cru), e a concorrência entre as indústrias.

Considerando que o leite é o padrão, o produtor recebeu uma média De$1,268 por galão. Desde que os valores médios de bônus para a qualidade e o volume foram de us$1,638 por galão, sem transporte e manuseio.

Na comparação com o mesmo período do ano anterior, o produtor está recebendo 13,6% a mais este ano.

Do lado da captação de leite, houve uma queda de 1,6 por cento (a média nacional). Em maio, os dados parciais apontam para a queda de 0,2% no volume de leite produzido na comparação mensal.

Ressaltamos, no entanto, as quedas no Brasil Central e das regiões do sudeste e nordeste, e sobe, na parte Sul do país nos últimos meses.

Para que o pagamento seja feito em 19 de junho, que paga para a produção, entregue em maio, com 73% dos laticínios pesquisados pela Scot Consultoria, acredita na manutenção do preço do leite ao produtor, 22% a estimativa é de alta, e os restantes 5% falam em queda, em relação ao pagamento anterior.

A tendência ainda é de alta, mas tem aumentado o número de empresas que a estimativa para a manutenção do preço do leite ao produtor, especialmente na parte Sul do país, onde alguns produtores de leite até mesmo falar de uma redução no pagamento para o mês de junho.

Related posts

Conheça o que sistema utiliza plantas para atrair lagartas de distância do milho

gabrielsouza

O brasil é o 4º maior produtor de tilápia

gabrielsouza

A europa superou as metas para a preservação do meio ambiente até 2018

gabrielsouza
error: Content is protected !!